02/09/14

Resumo da semana, gordices e bolinho de polvilho de bacia.

Esta semana, além das correrias normais, casa, filho, marido, trabalho, chefe, ainda tivemos as comemorações referente ao aniversário di pópi. Sim, digníssimos, comemorações, porque foi mais de uma.

Popí completou anos na terça feira dia 26, e correu a semana ora entre almoços, ora entre jantares, até fechar com chave de ouro no domingo dia 31, com o dia todo cheio de comilanças e gordices, deste o primeiro café da manhã. Sim, porque na chácara, são dois cafés só de manhã.

Dando destaque para Henrique, que sismou em usar as velas como colheres, destruindo comendo glacê do bolo de domingo. Se empanturrou de gordura (que fique bem claro aqui, a minha reprovação ao ato) e ainda comeu todo o gliter decorativo da vela... Pense no resultado brilhante do dia seguinte! ¬.¬

Buscando o bolo, motorizado, com vovô

Pegando carona com o bolo, movido a vovô

4675389° café comemorativo aniver vovô

café de roça... bolinho de polvilho e pastel, na bacia

ajudando a apagar a velinha... poupando trabalho de vovô!

E assim foi nossa semana e findi, em família e felizes!
Na próxima posto mais fotos....

A receita do Bolinho de Polvilho de bacia? clique aqui.

bjno6td....



24/08/14

Sushi, Yakisoba e a preguiça do findi....

Esse negócio de findi em casa é muito bom pra engordar, porque você passa o dia todo comendo igual louca, e logo na segunda vai tentar botar uma calça pra voltar ao trabalho....não passa das pernas. (Em um dia, comassim?!? Sim, incha, estufa, sei lá)

E a idéia é sempre a mesma:

- Neste domingo será diferente, vou limpar a casa, vou caminhar, correr atrás de Henrique, vou adiantar coisas do trabalho, comer mais menos...blá blá blá friboi....

Pode perguntar, eu fiz alguma dessas coisas? YES!!! Corri atrás do Henrique... E só!

E se unindo a falta de atividade, eu também queria comer coisa gostosa (pode?), mas não podia exagerar... Então, Sushi pra mim, Yakisoba pra marido!

Claro que pra acompanhar nossas iguarias, um sake jun daiti foi o sabor marcante da refeição (com moderação é Ca-la-ro) e de quebra, comer de "pauzinhos" (Henrique achou a maior graça)

Falaram que depois dos 30 a gente não consegue emagrecer muito! Ainda bem que estou longe disto ( cof cof)

Vidadurademulher!



A vantagem que meu sushi tem em média 37 calorias e da- lhe Shake na segunda. Sorte minha que achei um companheiro (Henrique) para dividir meus rolinhos... nem exagerei (cof cof) (¬.¬)

Garoto esperto! Paladar apurado como o dimamá!


PS.: me dá um incentivo de dieta e diz um OI aí meu povo.

18/08/14

Hoje é dia de Aniversário...


Hoje é dia especial, sei que todas as palavras já foram ditas: ternas, amáveis, sensíveis. Outras mal entendidas, quem sabe! Mas isso não importa. O afeto e a reciprocidade do querer bem falam por nós. Já não somos dois, mas apenas um fundidos no sentimento maior de cumplicidade há quase 04 anos, que parecem séculos. E isso é uma bênção, uma dádiva do Criador.

Juntos, dividindo dificuldades e alegrias, construímos um lar feliz.

Temos tido a força de superar os nossos próprios limites, fazendo sempre das dificuldades uma ponte para as grandes travessias. E quantas batalhas tão renhidas já vencemos! Quantas conquistas! O que faz a diferença não é o que nos acontece, mas como reagimos a esses acontecimentos. E você tem sido exemplo, modelo de pai, amigo, companheiro.

Me presenteou com a coisa mais preciosa que temos, nosso filho, sempre preocupado em dar bons exemplos e educá-lo da melhor forma possível. E tenho certeza de que diante de Deus temos procurado cumprir a missão num só espírito-de-corpo, unindo forças e caminhando todos de mãos dadas nesse trajeto de crescimento terrestre.

Acredito que você não cruzou o meu caminho por acaso. Talvez tenhamos caminhado juntos em outros tempos, noutras vidas... E de novo seguimos na mesma estrada, quem sabe, você veio para apascentar-me a alma, para forjar o meu espírito rebelde e incentivar-me na subida da montanha. E que íngreme subida! Mas com você completo-me, torno-me forte, pronta para enfrentar todas as intempéries do tempo. Sei que não estou só. Você representa o meu equilíbrio, o meu ponto de apoio, o meu chão.

Feliz Aniversário Amor!

14/08/14

Não foi desta vez e Cheesecake de Regime....

Vamos ocultar nomes para evitar constrangimentos e futuros problemas psicológicos...

"Z" uma das minhas colegas de trabalho, solteira e a "procura", passeava pelo calçadão da city, feliz e radiante, alegre e saltitante, quando de repente não mais que derrepente, um cara lindo vem em sua direção. Ela fica olhando pra ele, pensando: "Hummmm lindinho", e notou que o olhar era recíproco. Ele continua a aproximar-se...

Óh... emoção a flor da pele! Ele estava dando mole pra ela? Ela alegrinha e vendo que hoje seria seu dia de sorte, quando ele foi chegando, chegando e...

- Moça, me dá uma moedinha?

...

Era pe-din-te.

¬¬  Olhe seu mininu... a coisa tá preta! hahahahahaha

Mas não esquenta Z, pra compensar, vai um docinho aí?!?....


Cheesecake Light de Morango

01 xícara de bolacha tipo maizena triturada
05 colheres de sopa de creme de ricota
1/3 de lata de leite condensado light
04 colheres de sopa de geléia diet de morango
Morangos frescos para enfeitar

Preencha os fundos das taças que irá servir, com a bolacha triturada e reserve. Em uma tigela misture o creme de ricota e o leite condensado até virar um creme homogêneo. Cubra a bolacha triturada dos copinhos com este creme e leve à geladeira por duas horas. Retire da geladeira antes de servir e cubra o creme da cheesecake com uma colherada de geléia. Enfeite com morangos frescos e sirva bem gelada.

Obs.: Varie as geléias, abuse de figos, damasco, frutas vermelhas, laranja, mas não se esqueça de enfeitar com um pedaço da fruta fresca, isso dá um charme na apresentação.

Fonte: Internet

PS.:
Testemunho da própria Z, que merece um BIG BJ, por me proporcionar risos homéricos.

03/08/14

Comida de Hoje... Família a Moda da Casa e uma receita rápida de petit gateau de caneca

Hoje de manhã, como de costume, abri meus emails, e tinha este entre eles...Achei muito interessante para deixa-lo passar sem dividir:

"Família, é prato difícil de preparar. São muitos ingredientes. Reunir todos é um problema...
Não é para qualquer um. Os truques, os segredos, o imprevisível. Às vezes, dá até vontade de desistir...
Mas a vida... sempre arruma um jeito de nos entusiasmar e abrir o apetite.

 O tempo põe a mesa, determina o número de cadeiras e os lugares. Súbito, feito milagre, a família está servida.

Fulana sai a mais inteligente de todas.
Beltrano veio no ponto, é o mais brincalhão e comunicativo, unanimidade.
Siclano, quem diria?
Solou, endureceu, murchou antes do tempo.
Este é o mais gordo, generoso, farto, abundante.
Aquele, o que surpreendeu e foi morar longe.
Ela, a mais apaixonada.
A outra, a mais consistente...

Já estão aí? Todos? Ótimo.

Agora, ponha o avental, pegue a tábua, a faca mais afiada e tome alguns cuidados. Logo, logo, você também estará cheirando a alho e cebola. Não se envergonhe de chorar. Família é prato que emociona. E a gente chora mesmo. De alegria, de raiva ou de tristeza.

Primeiro cuidado: temperos exóticos alteram o sabor do parentesco. Mas, se misturadas com delicadeza, estas especiarias, que quase sempre vêm da África e do Oriente e nos parecem estranhas ao paladar tornam a família muito mais colorida, interessante e saborosa.

Atenção também com os pesos e as medidas. Uma pitada a mais disso ou daquilo e, pronto: é um verdadeiro desastre. Família é prato extremamente sensível. Tudo tem de ser muito bem pesado, muito bem medido.

Outra coisa: é preciso ter boa mão, ser profissional. Principalmente na hora que se decide meter a colher. Saber meter a colher é verdadeira arte. Uma grande amiga minha desandou a receita de toda a família, só porque meteu a colher na hora errada.

O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita. Bobagem. Tudo ilusão. Não existe Família à Oswaldo Aranha; Família à Rossini, Família à Belle Manière; Família ao Molho Pardo (em que o sangue é fundamental para o preparo da iguaria).

Família é afinidade, é à Moda da Casa. E cada casa gosta de preparar a família a seu jeito. Há famílias doces. Outras, meio amargas. Outras apimentadíssimas. Há também as que não têm gosto de nada, seria assim um tipo de Família Dieta, que você suporta só para manter a linha.

Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo. Uma família fria é insuportável, impossível de se engolir. Enfim, receita de família não se copia, se inventa. A gente vai aprendendo aos poucos, improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia. A gente cata um registro ali, de alguém que sabe e conta, e outro aqui, que ficou no pedaço de papel. Muita coisa se perde na lembrança.

Principalmente na cabeça de um velho já meio caduco como eu. O que este veterano cozinheiro pode dizer é que, por mais sem graça, por pior que seja o paladar, família é prato que você tem que experimentar e comer. Se puder saborear, saboreie.

Não ligue para etiquetas. Passe o pão naquele molhinho que ficou na porcelana, na louça, no alumínio ou no barro. Aproveite ao máximo.

Família é prato que, quando se acaba, nunca mais se repete."

Trechos do livro "O Arroz de Palma" de Francisco Azevedo. 

Achei lindo este texto e gostaria de agradecer a pessoa que me enviou, porém, não identificou-se pelo nome. Vou apenas colocar parte de seu email, pra que, talvez na próxima postagem, possamos saber seu nome.
Email do Remetente: mendes.XXX@bol.com.br

Deixo aqui também a receita da minha família, que hoje posso dizer que o tempero está ao ponto e é degustada todos os dias com amor compartilhado e companheirismo.

Amo minha família.

Agora, uma receitinha simples e super prática de se fazer

Petit Gateau de Caneca - Baixas Calorias

01 xícara (chá) de leite em pó desnatado (110 g)  
01 xícara (chá) de chocolate em pó (120 g)
1/2 colher de sopa de adoçante de forno( tal e qual)
04 ovos

Em uma tigela, coloque o leite em pó, o chocolate em pó, o adoçante e os ovos e misture bem até formar uma massa homogênea.

Transfira a massa para forminhas próprias para empadinhas, untadas com manteiga e polvilhadas com chocolate em pó e leve ao forno alto pré-aquecido a 200°C por 11 minutos. Retire do forno e sirva em seguida quente.


O mais Legal: cada unidade de petit gateau desta receita (sem a calda) tem 40% a menos de calorias comparando com uma receita tradicional que leva manteiga e farinha de trigo.

Fonte: Tio gúgô.


PS1: Leu até aqui??? então deixa um OI aí meu bom!

Bjno6td... ;)