20/01/2008

URUGUAI E SUA CULTURA...


Localizado entre os dois maiores países da América do Sul --Brasil e Argentina--, o Uruguai, com pouco mais de 3 milhões de habitantes, é um herói entre gigantes. A taxa de analfabetismo é quase nula e a imprensa é livre e atuante. São inúmeras as instituições culturais, públicas e não-privadas, sobretudo em Montevidéu.

MONUMENTO JOSÉ GERVASIO ARTIGAS



TEATRO SOLÍS


DIA DE CANDOMBE

Na tradição gastronômica uruguaia, o gaúcho tem papel fundamental. Foi ele quem adotou as carnes assadas na brasa como dieta básica em suas cavalgadas pelas planícies. Da carne de vaca aproveita-se tudo, de cortes nobres às vísceras.O hábito do churrasco pode ter origens nativas, já que os charrúas, grupo indígena predominante no Uruguai, tinham predileção pelos assados antes mesmo da chegada dos colonizadores.


PARRILLADA DEL MERCADO DEL PUERTO

Outro costume atribuído a indígenas é o consumo da erva-mate. O chá de mate amargo, compartilhado entre todos, é uma das mais fortes marcas culturais dos uruguaios. Ainda hoje, são vistos por toda parte a cuia com o mate, a garrafa térmica com água fervente e a bomba.




O cordeiro uruguaio é artigo de exportação, sendo aclamado como um dos melhores do mundo. As costeletas de cordeiro à moda uruguaia são temperadas com o adobo, uma mistura aromática de ervas e azeite de oliva, herdada da culinária espanhola e que acompanha muitos outros tipos de carne.


COSTILLA DE CORDERO

Com os espanhóis chegaram as receitas e os modos alimentares, como as comidas rápidas em cafés e as tapas, pequenas porções de tira-gostos que acompanham as bebidas alcoólicas. A partir dos bocadillos (sanduíches espanhóis), os uruguaios criaram seu próprio lanche típico: o chivito, que consiste em um sanduíche de carne cortada em fatias bem finas, acompanhada por alface, tomate, ovo cozido, presunto e pancetta.

Apresenta também o Alfajor, um doce tradicional do Uruguai e outros países ibero-americanos, mas que, originalmente foi criado na Espanha. O doce é composto de duas ou três camadas de massa, que após assadas devem ser levemente crocantes e macias, quase esfarelando, mas firmes, e com recheio de doce de leite, coberto ou não com chocolate derretido ou polvilhado com açúcar de confeiteiro ou coco.

Nada mais simples, nem mais tradicional. Também é hábito uruguaio o sanduíche de lingüiça na brasa, fácil de encontrar nas esquinas de Montevidéu. Acompanham a tudo isso os excelentes vinhos do país, especialmente os varietais da uva Tannat, que se adaptou ao solo uruguaio.

CHORIPAN
E, o doce de leite uruguaio que, é outra sobremesa inesquecível, apresentada em inúmeras variantes, entre as quais como recheio em folhados fritos ou como um fresco flã de doce de leite.

* Pesquisa feita em fontes da internet.

Nenhum comentário: