11/02/2009

O mundo está mais gordo...

Ontem ao deitar estava vendo uma reportagem, que me deixou alarmada... Sei que a situação é preocupante, mas é muito maior do que se pensa... Já faz tempo que a obesidade deixou de ser um problema meramente de ordem estética, para ser colocado na categoria de doenças crônicas. A situação é tão crítica que doença já até ganhou estatus de epidemia.

A estimativa é que em 2030 o mal aumente 70% nos Estados Unidos, 50% na Inglaterra e 30% no Brasil. Por aqui, uma pesquisa realizada pelo IBGE identificou que, pelo menos, 38 milhões de brasileiros são obesos. A ala masculina é a mais afetada somando 41% dessa farta fatia da população.

Nos últimos anos, os hábitos das crianças têm mudado. Além da substituição das brincadeiras de rua pela tv e computador, a alimentação passou também a ser menos natural.
Ao que parece o problema da obesidade é finalmente - como disse já sabia que era, mas... - um problema de escala mundial e pelo mundo todo, exceto ao que parece no sul e sudoeste asiático, estão todos ficando mais "cheinhos" pra ser mais delicada. Pelo menos em algo o mundo anda afinado,mas não afinando... :(
Saiba que comer é muito bom e prazeroso sim, mas comer Bem, e isto não significa comer em excessos, coma com moderação e faça uma atividade física... lembre-se também que: "Quem corre sozinho faz terapia, e quem corre acompanhado, faz amigos!"

Aproveite a vida... Comendo... mas com saúde! ;)

10 comentários:

Bela disse...

Anita, querida, tens razão o mundo está mais gordo, mas também o que esperas? com cada delicia que aparece neste blogs, só podia...
eheheheh...
Jinhos querida da Bela

Ziza disse...

Isso aí, vamos comer com mais qualidade e menos quantidade... (estou tentando me convencer de aplicar este mantra, mas na hora da quantidade...)

Em tempo: me lembrei de ti esta semana. Fiz um bolo que transbordou da minha forma e "alagou" todo o forno. Desgraceira geral - hehe.

Magia na Cozinha disse...

Aqui nos EUA a obesidade das pessoas é assustadora. A gente não sabe se sente nojo, com o perdão da palavra, ou pena destas pessoas.
Não dá para entender como podem se deixar chegar a tal ponto.
Devido a seriedade do assunto, inclusive entre as crianças, o governo está começando a tomar medidas. Estão tentando mudar a alimentação nas escolas, que é uma vergonha: Só oferecem porcaria. Não dá para acreditar. É inaceitável.
Eu dou graças a Deus que não tenho filhos, senão não sei como iria driblar o problema.
A gente tem que ficar super atento e cultivar bons hábitos. É importante se informar.
Bjs :)

edinha disse...

A obesidade é mesmo hoje em dia um problema.
Beijinho

Rosana Albuquerque disse...

Olá!!Querida Anita.
Ainda bem que minha filha não gosta muito de guloseimas.Quem gosta é a mãe..rrssrs,mais tento me controlar..senão....

Ana Powell disse...

Sim tens toda a razão.
A obesidade é um problema gravissimo nos dias de hoje.

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

Bela concordo...hehehehehe mas de tudo pode, se for com moderação! ;)

Ziza... a quantidade é que pega né??? E derramou o bolo??? hahahahahaha coitada de ti, limpar forno é horrivel e o cheiro de queimado? affffffffffff

Claudinha, nossa...mas tem uns que realmente se deixam ficar assim, é uma pena!

Edinha, sim...

Ro, esta é a idéia comer de tudo, mas com controle!

bjsssssssssssssssssssssssss

Cinha disse...

Anita,em primeiro lugar quero agradecer todas as suas visitas ao meu blog e de ser minha seguidora. Dessa forma pude conhecer este seu lindo blog que estou a adorar!!!!!
Estamos tão longe e tão perto...
Quanto ao tópico hoje colocado,até arrepia!!!
Um grande beijinho deste lado do Atlantico e muito obrigada, Cinha

Canela disse...

Um problema bem grave nos dias que vivemos,até Portugal com tradição de boa comida mediterranica já está a ser afectado..
Bj

BOLO COM PAPEL - Ana Belmonte - disse...

Amiga!!
gostei muito desta informação que passou aqui no blog, estive bem ocupada nos últimos dias e só consegui ler hoje. Mas o negócio é alarmante mesmo. Eu tenho um probleminha aqui em casa não comemos muita "porcaria" mas abusamos dos doces como sobremesas, vou ter que tomar uma atitude e mudar os hábitos.
Obrigado pelas visitas sempre!
Beijos,
Ana