02/02/2010

A Queda e a Moqueca do Chico

Na praia sempre fazemos exageros gastronômicos. É justo naquele momento em que um vira pro outro e diz ... Aqui póóódi! e nesta de fazer agentipódi, a coisa perde o rumo ... e voltamos (as vezes) rolando em apenas uns dias... Nesta última, foram pratos fantásticos, com direito a bacalhau ao creme e noites de caranguejada.


Mas um prato que ficou ótimo e super colorido foi esta Moqueca, executada, não por esta que vos escreve e sim pelo Dr. Francisco Jorge, um Juiz de Direito, conceituadíssimo daqui, que nos presenteou com seus dotes CULINÁRIOS...

Enquanto Francisco se esmerava na cozinha, a mulherada, na sala, conversava. Com exceção da sua esposa Josete (ajudante e imediata).

Chico para os mais próximos, é uma pessoa disposta, que até comprou uma bicicleta na praia para aproveitar melhor as belezas naturais e gastar energia consumida depois de tanta comida.

Chico, num dia de sol saiu cedo, comprou uma bike e logo após a "Moquecada", queria inaugurar a magrela, toda cheia de marchas e coisas e tal. Lá se foi Chico, acompanhado da filha (Aline, pobre Aline)

Antes da saída, Chico ainda comenta que estava indo para cuidar da Aline. Até aí tudo bem ...

Menos de 40 minutos depois, os dois voltam ... Aline intacta, Chico porém, parecia ter sido atropelado por um caminhão. Todo machucado e enlameado.

Versão do Chico:
- Ciclovia Cheia+ Mulher na contra-mão + poça d'água = Queda


Versão da Aline

- Clicovia Cheia + PAI na contra-mão + PAI olhando pra baixo + poça d'água = Tombo Cinematográfico


Aline conta que depois que Chico caiu , juntou muita gente, que a mulher que o Chico bateu, não parava de xingar e que Aline queria sumir de vergonha ... (mico!).

Não bastando isto, Chico vai ao médico plantonist a (o único)
, um P e d i a t r a...

Bom, se uma receita de remédios foi boa não sei, mas o médico remendou o Chico e ainda ajudou a encontrar o culpado pelo acidente (já que todo acidente tem um...)
O VENDEDOR, que vendeu a bike pro Chico sem as Rodinhas ..

Moqueca do Chico

  • 01 Kg peixe (postas) Congrio (garoupa, namorado, badejo, dourado do mar, robalo, etc.)
  • 01 pimentão vermelho
  • 01 pimentão amarelo
  • 01 pimentão verde
  • 06 cenouras
  • 06 cebolas
  • 06 tomates
  • 200 ml azeite (oliva extra-virgem);
  • 50ml óleo de dende;
  • 100ml de vinagre;
  • 600ml de água;
  • leite de coco;
  • 100 g azeitonas pretas;
  • temperos: gengibre; alho; coentro (fresco ou sementes); pimenta do reino; manjericão; louro; salsinha; cebolinha; sal; vinagre
Corte as postas em pedaços e reserve;

1) Pique miudinho o gengibre e o alho, com um pouco de cebolinha, salsinha e manjerição, misture pimenta do reino a gosto, o coentro, adicione o vinagre, a água e o sal (100g)
2) Coloque sobre o peixe num recipiente e reserve;

3) Lave tudo e fatie as cenouras (raspadas), tomates, as cebolas e os pimentões (em fatias grossas);

4) Numa caçarola (de barro ou de ferro) coloque o dendê e o azeite de oliva;
  • coloque uma camada de cebolas bem distribuídas no fundo (para não grudar o peixe);
  • em seguida distribua uma camada de pedaços de peixe;

  • coloque as azeitonas pretas; uma camada de cebolas, cenoura, tomate e pimentão (distribuídos para ficar bem colorido);
  • repita a camada com peixes e os legumes;

  • adicione um pouco do tempero do peixe que ficou no recipiente (pouco); por fim cubra tudo com o leite de coco;
  • leve ao fogo alto até ferver e depois deixe por cerca de 40 minutos em fogo baixo; deixe a tampa da caçarola entre-aberta para evaporar, a fim de que não fique muito líquido;

  • sirva acompanhada de batatas suflê e saladas verdes.

Rendimento: 08 porções

PS.: Agradeço o carinho dos amigos, que apesar de eu estar impossibilitada de visitar seus blogs, ainda deixam comentários gentis por aqui... Obrigada!

bjno6td!

15 comentários:

Maria... disse...

Amiga,
Que estória engraçada....mas coitado do Chico! Ainda que ficou remendado fez essa moqueca que deve estar simplesmente deliciosa.
bj

Verdinha disse...

hahaha ja me ri muito com essa queda de duas versoes :-D

E adorei a moqueca! que fome!

Katia Bonfadini disse...

Anita, essa moqueca parece deliciosa, mas adorei ouvir o relato das orgias gastronômicas na praia... ai que vontade de provar esse bacalhau com creme!!!! Outra coisa que adoro são seus relatos divertidos pré-receitas!!!! Morro de rir sozinha. Gostei das duas versões da história, hilário!!!! Beijos e boa semana!!!!

Drika disse...

Coitado do Chico, mas coitada da Aline principalmente. heheheh
A moqueca está linda! A arrumação da mesa também. ;)

argas disse...

Nunca provei, moqueca, mas os meus sogros já me falaram muito nisso! Tem muito bom aspecto! bjinhos

ameixa seca disse...

Ah ah ah, fartei de rir :) A gente sempre ri das desgraças dos outros!
Nunca comi moqueca mas ela tem uma cara boa e se é peixe... eu como :)

Na Cozinha da Carina disse...

adoro moqueca!!! essa tah linda... e que mico heim? kkkkkkkkkk

ROBERTO LIMA disse...

Minha querida Anita, você continua cada vez mais fantástica com suas incriveis histórias e suas receitas que deixam todos com agua na boca.Bjssssssssssssssssssssssssssssss

Mari - Strawberrycandy disse...

Óptima receita e fantástica sugestão.
Uma verdadeira delícia.
Beijinhos

Paula Pacheco disse...

Anita, que moqueca suculenta, ficou ótima, e que historia mais comica essa da bicicleta ahahhaha, muito boa,
bjs
Paula

Alexandra Moura disse...

Anita que delicia eu adoro peixe,pena que por aqui nem sempre tenho a possibilidade de o arranjar bem fresquinho,um dia ainda te faco uma visitinha,resto de uma boa semana bjs doces...

Amanda Ramos- Divina Gula disse...

Vc é mto malvada amiga...rsrs
Ta de comer com os olhos, adorei!!
Bjo

»¤Þ䵣䤫 disse...

kkkkkkkkkk... Coitado do Chico, super atlético hein! Primeira voltinha, uma super trombada! Hauhauhaua... E a filha dele, coitada que micão! hauahuah... Pelo menos a moqueca ficou show! hahahaha... Bjo

Anônimo disse...

Parece comico! Mas (na ora) foi triste. De qualquer forma, como tenho repetido: Não cai de bicileta quem nunca anda! Valeu mesmo é a moqueca, e a alegria contagiante de todos, aforante ... os exageros da Ana ... (rs rs rs).
Francisco Jorge (o Chico)

Francisco disse...

É gente, parece comico mesmo. Mas na ora foi triste (e feio) o tombo. Valeu mesmo a quebra da monotonia, que motivou as conversas da semana toda. Todos um dia pagamos um mico!. Esse foi o meu. Sem contar a alegria da Ana ...
Francisco Jorge